Usuarios da semana...

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Lembra da médica que deu piti no aeroporto?!

Então, saiu a sentença: a médica Ana Flávia foi condenada e além de pagar uma indenização de 10 mil reais a Diego Gonzaga, o funcionário ofendido, teve também sua liberdade cerceada: ela não poderá sair de casa depois de 22H  e permanecer por mais de 30 dias fora de seu estado, no período de anos. 
Isso quer dizer que não foi desta vez que alguém foi realmente condenado por racismo no Brasil, quem sabe um dia….
Caso GOL: médica terá que indenizar vítima em R$ 10 mil 
Médica terá que indenizar funcionário da GOL por injúria, ela não poderá, ainda, sair de casa após às 22h 
Por: João Áquila, do Emsergipe.com 
11/07/2011 
A médica Ana Flávia Pinto Silva foi condenada a pagar R$ 10 mil ao funcionário da GOL, Diego Gonzaga, ela ainda não poderá sair de casa após às 22h durante dois anos e neste mesmo período não poderá sair do Estado por mais de 30 dias. A decisão foi tomada na manhã desta segunda-feira, 11, na 3ª vara criminal do Fórum Gumercindo Bessa. 
”Entendemos que houve justiça. Ela terá que indenizar a vítima além de sofrer com sanções perante a sociedade”, disse o promotor João Rodrigues Neto. 
Em outubro de 2009, Ana Flávia teria agredido ao funcionário da GOL, Diego Gonzaga, chamando de pobre e negro, após saber que não embarcaria por ter chegado em cima da hora. A médica, que estava em lua de mel, chegou a emitir nota pública pedindo desculpas, que não foi aceito por Diego Gonzaga.

Pergunto...
Quem vai ficar vigiando ela?
Quanto ela recebe por mês para ser tããããããão amavél e honrar o juramento?


Ah fala sério!!!

"...Brasil, quero ver quem pagar pra gente ficar assim.."